Páginas

sexta-feira, 23 de abril de 2010

O TALISMÃ DIVINO


Entabularam os familiares interessante palestra acerca das faculdades sublimes de que o Mestre dava testemunho amplo, curando loucos e cegos, quando Izabel, a zelosa genitora de João e Tiago, indagou, sem preâmbulo.
- Senhor, terás contigo algum talismã de cuja virtude possamos desfrutar? Algum objeto mágico que nos possa favorecer?
Jesus pousou na matrona os olhos penetrantes e falou, risonho:
- Realmente, conheço um talismã de maravilhoso poder. Usando-lhe os milagrosos recursos, é possível iniciar a aquisição de todos os dons do Nosso Pai. Oferece a descoberta dos tesouros do amor que resplandecem ao redor de nós, sem que lhes vejamos, de pronto, a grandeza.
Descortina o entendimento, onde a desarmonia castiga os corações. Abre a porta às revelações da arte e da ciência. Estende possibilidades da luminosa comunhão com as fontes divinas da vida. Convida à bênção da meditação nas coisas sagradas. Reata relações de companheiros em discordância.

Descerra passagens de luz aos espíritos que se demoram nas sombras. Permite abençoadas sementeiras de alegria. Reveste-se de mil oportunidades de paz com todos. Indica vasta rede de trilhos para o trabalho salutar. Revela mil modos de enriquecer a vida que vivemos. Facilita o acesso da alma ao pensamento dos grandes mestres. Dá comunicações com os mananciais celestes da intuição.
- Que mais? – disse o Senhor, imprimindo ênfase à pergunta.
E após sorrir, complacente, continuou:
- Sem esse divino talismã, é impossível começar qualquer obra de luz e paz na Terra.
Os olhos dos ouvintes permutavam e expressões de assombro, quando a esposa de Zebedeu inquiriu, espantada:
- Mestre, onde poderemos adquirir semelhante bênção? Dize-nos. Precisamos desse acumulador de felicidade.
O Cristo, então, acrescentou, bem-humorado:
- Esse bendito talismã, Isabel, é propriedade comum a todos. É “a hora que estamos atravessando!... Cada minuto de nossa alma permanece revestido de prodigioso poder oculto quando sabemos usá-lo no infinito bem, porque toda grandeza e toda decadência, toda vitória e toda ruína são iniciadas com a colaboração do dia. E diante da perplexidade de todos, rematou:
- O tempo é o divino talismã que devemos aproveitar.

11 comentários:

marcelo dalla disse...

Texto lindíssimo!!! Passei pra retribuir a visita em me dei conta que andava sumido... tão iluminado seu espaço, preciso vir mais vezes!!!!
Grande bjo e bom fim de semana

Celina disse...

oi querida passei por aqui para te desejar um feliz fim de semana, para vc e familia.um post lindo lindo e esclarecedor aprender como o tempo é importante para todos. um carinhoso abraço celina.

cantinho she disse...

Adorei, beijo beijo! ;)

Pelos caminhos da vida. disse...

Mais um lindo texto amiga.

Fim de semana de muita paz.

beijooo.

Antonio Carlos disse...

Muita paz querida irmã e amiga Maria José!
O sábio rei Salomão nos orienta de que há tempo para todas as coisas, quando disse: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz.”
Sendo assim creio que devemos aproveitar esse precioso tesouro que o Senhor nos concede a cada novo despertar: o momento presente.
Com certeza não conseguiremos desfrutar de todos os seus ensinamentos em um único dia, mas podemos nos alegrar e confortar nos conselhos de Salomão, compreendendo que sempre haverá uma nova oportunidade de aprendizado.
Que o Senhor nos conceda a graça de aprendermos cada vez mais em conhecê-Lo para que os nossos dias e os “tempos futuros” sejam ainda mais felizes, pois quanto mais o conhecemos mais nos apaixonamos por Ele.
Que o Senhor continue te abençoando hoje e sempre, fazendo do seu tempo presente um cálice onde Ele possa transbordar todo o Seu amor por você.
Sempre juntos em Jesus a quem tudo se submete, até mesmo o tempo.
Antonio Carlos

Paulo disse...

Maria José...
Lindo o texto!!! O Arca tem ajudado-me a crescer a cada dia.
Nada como uma boa lição do Mestre dos Mestres para que a gente lembre dos verdadeiros valores da vida.
Parabéns, Amiga!!! Você pode não aceitar, mas és um espírito iluminado, tanto por suas leituras, como pela sabedoria de seus textos.
Um grande beijo...

Simone Anjos disse...

Olá querida Maria José,
Obrigada pela visita e carinho. Ando meio sumida da blogosfera, mas em breve estarei na ativa, assim espero.
Beijos na sua iluminada alma,

Uman disse...

Maria José,

em tudo o melhor remédio é o tempo. Nosso aliado quando nos propomos o bem realizar5, mas implacável com nossos desastres. Alegrias e tristezas são parte que o tempo nos deixa vivenciar, mas nos indicando que o tempo avança e que devemos fazer o mesmo.

Amiga luz, um beijo, com muito carinho!!!
Jorge

ONG ALERTA disse...

Nosso coração o melhor quia e acrediar...pois quando se quer de verdade tudo pode...paz.
Grande beijo Lisette.

alegria de viver disse...

Olá querida amiga
Bela mensagem, mais um presente de aprendizado.
Não valorizamos o tempo, e assim reclamamos que ele passa rápido, sendo que é a unica coisa a nosso favor.
Com muito carinho BJS.

Lú Silva disse...

Maria ter sua amizade é uma dádiva! É muito bom receber suas visitas, seus e-mail...
Adoro tambem vir aqui ler seus textos... vc é lembre muito iluminada.

Abraço forte