Páginas

sexta-feira, 2 de abril de 2010

O MAR DE MINAS


O tombo. Naquele dia tomei um tombo... E aprendi.
E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, meu mundo tornou-se cinzento.
E assim, naquele dia que parecia como outro qualquer, decidi que o meu maior triunfo seria sobre mim mesmo.
Aprendi que as quedas são estímulos para que aprendamos a levantar, com dignidade e com coragem.
Aprendi que para olhar o mundo, é preciso estar no chão. Eu só o conhecia do alto da minha arrogância.
Descobri que nunca tinha questionado se minhas ambições incluíam a ética.
Aprendi que nada nos acontece por acaso. Sempre há um “para que”.
Descobri que as caras feias que eu estava vendo, nada mais eram que meus reflexos em milhares de espelho.
Naquele dia descobri que meus rivais e meus desafetos eram apenas ameaças à minha insegurança.
As sombras que me seguiam nada mais eram do que o reflexo negro da minha alma.
Descobri que carregava em mim um Ego muito maior que eu.
Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tenha sido.
Descobri que as minhas ambições eram fruto da minha enorme onipotência.
Naquele dia, deixei de ser um propagandista dos meus triunfos passados e passei a ser a minha luz do presente.
Aprendi também que de nada serve ser luz se não posso iluminar o caminho dos demais.
Naquele dia, deixei de ser o comercial do meu pseudo-conhecimento e passei a aprender um pouco mais.
Aprendi também que de nada serve saber se não posso compartilhar e legar o conhecimento.
Que para multiplicar o pão de cada dia, é preciso dividi-lo.
Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim continuar a subida.
Aprendi que a vitória duradoura não vem de sopetão. Ela é conquistada por etapas. Eu subi rápido demais, alto demais!
Vi que na luta pelos meus objetivos, o melhor é lutar. E que são os caminhos sofridos que nos amadurecem e domam.
Aprendi que posso fazer qualquer coisa e arcar com a responsabilidade das quedas.
Deixei de me importar com quem ganha ou perde, e me importar simplesmente com quem faz.
Decidi ver cada problema como uma oportunidade para aprender a achar soluções.
Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las.
Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de recomeçar.
Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.
Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis.
Aprendi que as palmeiras altas e eretas, nos dão uma lição de dignidade e postura, diante das intempéries da vida.
Aprendi que o melhor triunfo que posso ter, é ter o direito de chamar alguém de "amigo".
Descobri que o amor é mais que um simples estado enamorado, "o amor é uma decisão de vida.
Vi que não estava protegendo aqueles que eu amo. Quando o bem é precioso demais, todo zelo é pouco. E que eu não sou o bem mais precioso!
Aprendi que a compaixão não é sentimentalismo e sim humanidade.
Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para fazer a realidade.
Aprendi que a imagem do inatingível é o que nos aciona para que o busquemos.
Tudo para mim foi atingível!
E desde aquele dia já não durmo para descansar simplesmente... durmo para sonhar!
E desde aquele dia já não batalho para triunfar e sim para lutar no combate.
E desde aquele dia já não vivo mais para ganhar e sim para viver.
Para cair...
Para levantar...
Para continuar...
Para chorar...
Para perdoar...
Para respeitar...
Para amar...
Para aprender e para decidir sobre quem eu quero ser.

Enviado por Roy Lacerda do blog MomentoBrasil (http://momentobrasilcom.blogspot.com/)

20 comentários:

Eliana Pessoa disse...

As veses o aprendizado é muito difícil leva quase uma vida até que estejamos prontos para lutar um bom combate!
boa noite!

Renata disse...

Maria vim lhe desejar uam Feliz Páscoa bjs no coração!

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

MARIA JOSÉ, desta vez não vou comentar e, sim AGRADECER a GENEROSIDADE da amiga para com êste pobre mortal. Abraços.Roy Lacerda.

Silvia disse...

Amei a mensagem.

Feliz Páscoa, Maria José

Abraço

angela disse...

È do chão que melhor se enxerga o mundo.
Gostei, amiga
beijos

vuelo de hada... disse...

Ha de haber siempre un momento en que nos demos cuenta de que es necesario seguir cayendo para seguir aprendiendo.
Un abrazo
Felices pascuas

Vida*** disse...

O maior triunfo que podemos ter é chamar alguém de Amigo***Uma raridade do mundo atual de céticos.È,com a espiga de milho carregada...arcada para baixo que devemos trilhar o caminho.Passando diferentes estações.Nos fortalecendo na espiritualidade cda vez mais.Como um Bambu...flexionar em diferentes posições onde o vento soprar..Voltar as primeiras lições e tentar tdos os dias.Mesmo diante dos obstáculos que em nosso caminho existir.Conhecendo a si mesmo o mais que puder.Agradecendo tdo e tdos que em meu caminho passou deixando um aprendizado para a minha VIDA***

Jeanne disse...

"Páscoa é dizer sim ao amor e a vida; é investir na fraternidade, é lutar por um mundo melhor, é vivenciar a solidariedade."
( Stela Maris Blandino )
Feliz Páscoa!

Paulo disse...

Linda a mensagem!!! Ela vem ao encontro de uma frase que li há muito tempo: "Não há crescimento sem dor"...Aproveito a oportunidade para deseja-lhe uma Feliz Páscoa, e que Deus continue lhe dando sempre essa sensibilidade para com a vida... Vai ser sempre uma alegria ter a sua presença em meu blog (Bar dos Navegadores), também... Um grande abraço... PPH.

Mile Corrêa disse...

Que texto fantástico! Adorei!
Feliz Páscoa!
Beijos

Sônia Silvino disse...

Crescemos, vivemos, sofremos, aprendemos...
É a vida!
Uma linda Páscoa, minha queriiida!
Bjkas sabor chocolate!

GENINHA disse...

Do outro lado do mar, sua amiga portuguesa lhe retribui o lindo gesto e lhe envia um grande abraço e um beijinho,

Boa Páscoa!
Eugénia

REGINA GOULART SANTOS disse...

Maria José,
A vida desde o momento que se levanta, é atividade pura e aprendizagem constante.
Gostei do texto e suas máximas.

Uma boa Páscoa, de muita paz e amor.

Beijos

Solange Maia disse...

e esses aprendizados é que vão justificando nossa existência... doem, mas fazem crescer...

adorei ter vindo por aqui, saí enriquecida !!!!

beijo carinhoso e o desejo de uma Páscoa feliz !

Karlota disse...

Texto lindo, um aprendizado!
Feliz Páscoa para vc!
bj

Sandra disse...

BOM DIA!!!
ALÉM DO FERIADO GOSTO VENHO LHE DESEJAR UMA LINDA E BELA PÁSCOA.
IZ PÁSCOA. QUE DEUZ ABENÇOE A SUA VIDA E TODA A SUA FAMILIA.
AGRADEÇO E RETRIBUO O SEU CARINHO NO BLOG. TODOS OS MEUS BLOGS AGRADECEM O SEU CARINHO.
DEIXO UM GRANDE ABRAÇO E ATÉ MAIS.
CARINHOSAMENTE,
SANDRA

TEM UM SELINHO NA CURIOSA DE PÁSCOA PARA VC.
PASSE LÁ.

Blog de Ana Marly Jacobino disse...

A Paixão e a Mãe (miniconto)

O escarro do soldado escorre por sua face. Ela ali aos seus pés chora compulsivamente. O seu menino estremece de dor. Ainda ontem, ela o procurava entre os amigos. “Onde está o menino? Onde está meu filho?” No templo sentado entre os doutores da lei, o menino os surpreendia com a sua inteligência. A mãe orgulhosa o retira pelas mãos. Uma gota de sangue cai do seu pulso chagado, ela a ampara com as mãos. Como mãe, você, Maria, o acarinhou, beijou, ninou, lavou suas roupas,... O que fazem com o seu menino? Nas bodas de Canã, o canto, a dança toma conta de todos os convidados. Você, Jesus está alegre, dança com um copo de vinho na mão. A mãe, na cozinha ajuda na preparação dos alimentos. Esta preocupada, o vinho está no fim e a festa ainda está na metade. “Filho, o vinho está acabando!” “Mãe, não chegou a minha hora.” “Façam tudo que ele mandar.”. A água fica com gosto de vinho. A festa continua pela madrugada. As cãibras percorrem seus músculos. A dor intensa do filho sufoca o peito da mãe. O crucificado respira fundo e grita seu último clamor. "Padre, nelle tue mani consegno il mio spirito!" Um soldado atravessa uma lança entre o quinto espaço das costelas, enfiando para cima em direção ao pericárdio, até o coração. “Meu filho! Meu filho como posso ficar sem você. Quero carregá-lo em meus braços. Meu filho! Não está mais respirando? Meu filho, vocês o mataram! Assassinos!” Maria della Pietà, la Madre Addolorata, Madre di Cristo!” “Maria, Pietá, Mãe das Dores, Mãe do Cristo!”

Feliz Páscoa a todos os leitores deste blog



Abraços Poéticos Piracicabanos de Ana Marly de Oliveira Jacobino

Espírito Azul disse...

Maria José, nunca em minha vida pensei que um dia falaria isso: - Como é bom cair! Por que somente com a queda é que nos vemos, somente com a queda vemos o quanto estamos errando, somente com a queda temos oportunidade de voltar atrás e rever conceitos. Por isso, a páscoa para mim é momento de reflexão. Um grande abraço!

manuel marques disse...

Para aprender não basta só ouvir por fora, é necessário entender por dentro ...

Santa Páscoa.

Beijo.

ONG ALERTA disse...

Trocou a foto, estas linda...
tudo na vida é para aprender, cair faz parte, ter momentos difíceis, enfim como dizem sempre viram dias melhores...
Que tu tenha uma páscoa com muita sabedoria no coração, sei que já és iluminada, mas te desejo muita paz.
Um grande beijo Lisette