Páginas

quinta-feira, 15 de abril de 2010

MARIONETE DE TRAPO


Se, por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapo e me presenteasse com um pedaço de vida...
Possivelmente eu não diria tudo o que penso!
Mas, certamente, pensaria tudo o que digo!
Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam.
Dormiria pouco... Sonharia mais... pois sei que a cada minuto que fechamos os olhos, perdemos 60 segundos de luz.
Andaria quando os demais parassem...
Acordaria quando os outros dormissem...
Escutaria quando os outros falassem...
E degustaria um bom sorvete de chocolate.
Se Deus me presenteasse com um pedaço de vida, vestiria simplesmente...
Me jogaria de bruços ao solo deixando a descoberto não apenas meu corpo, como minha alma.
Deus meu!
Se eu tivesse um coração, escreveria meu ódio sobre o gelo e esperaria que o sol saísse.
Pintaria com um sonho de Van Gogh sobre estrelas um poema de Mário Benedetti e uma canção de Serrat seria a serenata que ofereceria à Lua.
Regaria as rosas com minhas lágrimas para sentir a dor dos espinhos e o encarnado beijo de suas pétalas.
Deus meu!
Se eu tivesse um pedaço de vida não deixaria passar um só dia sem dizer às gentes...
Te amo!
Te amo!
Convenceria cada mulher e cada homem que são os meus favoritos e viveria enamorado do amor.
Aos homens... lhes provaria como estão enganados ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem! Sem saber que envelhecem quando deixam de se apaixonar.
A uma criança... lhe daria asas, mas deixaria que aprendesse a voar sozinha.
Aos velhos ensinaria que a morte não chega com a velhice, mas com o esquecimento.
Tantas coisas aprendi com vocês, os homens...
Aprendi que todo mundo quer viver no cimo da montanha... sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a escarpa.
Aprendi que quando um recém-nascido aperta com sua pequena mão pela primeira vez o dedo de seu pai, o tem prisioneiro para sempre.
Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se.

Enviado por Jorge do blog Nectan Reflexões (http://nectantaurus.blogspot.com/)

11 comentários:

Eliana Pessoa disse...

Muito lindo!!

Amapola disse...

Nossa... que poema lindo!

Um grande abraço, amiga.

Jakeline Magna disse...

que lindooooooooooooo ameiiiiiiiiii... o blog está muitoooo legal...

Glória Müller disse...

Que maravilha!!! Definitivamente, que esta boneca de pano se transforme em carne e osso, e que traga dentro dela esta alma Divina!
Lindo demais!

Boa noite.
Glória

J. Araújo disse...

Olá Maria José, muito bonito mesmo. Mas vc ta sumida, apareça!

Bj

Marcia disse...

Olá Maria,
texto de muita profundidade! Muito bom para a nossa reflexao, para darmos mais valor as coisas e oportunidades que Deus nos concede. Parabéns a você e ao Jorge!
Tenha um lindo fim de semana!

Bloguinho da Zizi disse...

Muito lindo tudo isso.
Como eu tenho um pedaço de vida dentro de mim eu te digo:
Eu te amo
Eu te agradeço por estar aqui.
Beijos minha queria Maria José
Que teu coração seja repleto de Amor, não só do Pai, mas dequela que ao teu lado está em Luz.
Gratidão

Elizabeth disse...

Oi Maria José,
Muito lindo!
Beijinho.

angela disse...

Sempre palavras boas encontro aqui.
beijos

Crista disse...

MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

hi!,I love your writing very a lot! proportion we be
in contact more approximately your post on AOL? I require a specialist
on this house to solve my problem. Maybe that is you!
Having a look forward to look you.

Review my blog ... how to get rid of static cling