Páginas

quinta-feira, 11 de março de 2010

RECANTO DE LUZ


Quantas pessoas caminham desoladas e sós...
Andam e sentem que seus passos as conduzem a lugar nenhum...
Perderam, há muito, o endereço da esperança...
Várias se debatem nas trevas da desilusão, do abandono, da desdita...
Sucedem-se os dias, as horas dobram-se umas sobre as outras, e os minutos passam como se trouxessem consigo uma soma cada vez maior de dissabores...
A vida lhe parece um eterno anoitecer, uma escuridão perpétua.
Milhares de criaturas estão à beira de um colapso nervoso.
Muitos corações estão quase sufocados de angústia, de saudade, de desespero, debruçados no passado, em busca de memórias perdidas.
Diante desse quadro, nós podemos ser um recanto de luz, convidando as criaturas a suave reconforto.
Podemos cultivar na intimidade um jardim de flores e luzes, a espalhar bênçãos de esperança.
Podemos ser a madrugada ridente, que traz consigo a melodia dos pássaros, anunciando o alvorecer.
Podemos ser o amanhecer daqueles que se debatem na escuridão, trazendo os primeiros raios de sol que vencem as trevas, irradiando claridade e conforto.
Podemos emitir uma frase de otimismo ou apenas uma palavra de fé que lhes restaure a confiança no futuro...
Incentivar-lhes a coragem de modo a que o desalento não se transforme em moléstia destruidora.
Ou então, estender a ponte do diálogo amigo, capaz de induzir ao reequilíbrio e à serenidade.
Sejamos um recanto tranqüilo. Mas para isso é preciso que o cultivemos portas adentro do coração.
É preciso que semeemos flores de compreensão, de afabilidade e doçura.
É tão triste caminhar na solidão! Mais triste ainda é ter como companhia a desesperança.
Vençamos, em definitivo, a indiferença, derrubando as muralhas do orgulho que nos impedem de vislumbrar as necessidades dos que caminham ao nosso lado.
Sejamos um recanto de luz, de paz, de esperança!
Agindo assim, sentiremos suave felicidade a invadir-nos a alma, penetrando-nos o coração e aliviando nossas carências e dores.
Na medida em que nos fazemos úteis a alguém, recebemos as bênçãos de que tanto precisamos.
Esquecemos os pés feridos nos espinhos do caminho e sentimos nossas forças ampliadas.
Auxiliando-nos uns aos outros conseguiremos alcançar o topo da montanha escarpada de onde poderemos vislumbrar a ampla planície coberta de relva e flores, como prêmio pelos esforços realizados.
Não há noite que perdure para sempre. O ponto mais alto da escuridão é também o início da madrugada que traz consigo a claridade, vencendo as trevas.
As nuvens, por mais densas que pareçam, são efêmeras e passageiras, mas o sol é perene.

13 comentários:

Senhor da Vida disse...

Sabias palavras, ainda ontem conversei com minha tia sobre essa necessidade de sermos uteis ao proximo, a necessidade de fazermos aquilo que desejamos que alguem faça pra gente, as veses dar um simples ola.
Quanta gente ta sem ouvir isso, por ter medo ou vergonha tola, de nao ser o primeiro a fazer.
Bom fim de semana,beijos!

Elaine Barnes disse...

Muito bom post. Certa vez sai na rua disposta a fazer a terapia do boA TARDE. cUMPRIMENTEI TODAS AS PESSOAS QUE PASSARAM por mim na rua. Foi um exercício pra mim e pra leas. Voc~e precisava ver como elas estranharam. Senti vontade e fiz.Depois da terceira pessoa já havia perdido a vergonha e ganhei muitos sorrisos agradecidos também. Foi the best amiga. Inesquecível.Montão de bjs e abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

Eu já qdo saio de casa cumprimento todas as pessoas que encontro pelo caminho, uns retribuim e outros ignoram a dai penso: que mal-humor logo pela manhã.

beijooo.

angela disse...

Olhar com simpatia é um bom começo.
Bom texto.
beijos

Rener Brito disse...

Minha querida quando possível da uma passada no meu blog, tenho uma indicação de um selo ao seu blog.

Crista disse...

....................................
Na medida em que nos fazemos úteis a alguém, recebemos as bênçãos de que tanto precisamos.
....................................

Realidade pura!
Fica com DEUS e até amanhã,coisa mais querida!

JR disse...

Nesta matéria, voce deu mais uma vez a chave do sucesso Maria José.
Agora é pegar ou largar ,mas como acredito no bom senso de seus leitores ,certamente que todos já aceitaram sua sugestão e começaram a trabalhar o maior sentimento que existe dentro do coração ,unica forma de chegar a PAZ rumo a EVOLUÇÃO.
Abraços linda...

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Começando pela um ar no rosto, de simpatia, já é um grande começo.
Sempre percebo o mau humor das pessoas logo cedo, muitas vezes um simples sorriso é agradecido.
Tem uma mãe de uma coleguinha do meu filho que só vivia de mau humor. Eu sempre passava por ela e dava-lhe boa tarde e ela nunca respondia. Fui insistente com ela durante quase um ano inteiro.
Passava e sempre falava com ela.
Até que um dia , acho que ela se cansou de ser "emburrada" e me respondeu com um boa tarde.
Imagina que hoje em dia(passado 4 anos), somos grandes amigas e ela é sempre muito cordial com as outras pessoas.

Eu sou assim, insistente. rs

Xeros e um bom dia!

Beatriz Prestes disse...

Que bom podermos olhar cada um como verdadeiro irmão!!
Que delícia é sorrir, alimentar a gentileza e os bons desejos!
Aplausos minha querida
Bea

almaviva disse...

Meu nome è Maria, sou italiana morando no Brasil. Com meu blog
http://ocaminhodafloresta.blogspot.com/
estou tentando de entender os simbolos e as tendencias do Brasil
atual.Seu blog me està ajudando muito. Obrigada!
Maria

Antonio Carlos disse...

Querida irmã e amiga Maria José!
Todos ansiamos por um pouco de paz e reconforto; um porto seguro onde possamos ancorar o barco de nossas experiências e, refletindo, dizer finalmente: Valeu a pena!
Sempre vale a pena viver e conviver; amar e ser amado; ensinar e aprender. A vida nos chama para uma existência feliz, basta-nos para isso reconhercer em nossos semelhantes, pessoas como nós mesmos: Sujeitas a erros e acertos.
Como nos ensina o apóstolo Paulo: "O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade;tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." (1Co 13.4-7).
Um final de semana abençoado, repleto de paz e muito amor.
É muito bom ser seu amigo
Sempre juntos em Jesus.
Antonio Carlos

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

Maria José: mais uma vez mostra tua generosidade e posta um texto altamente reflexivo. PARABÉNS! Abraços Roy Lacerda.

Anne Lieri disse...

Que beleza de mensagem!Profunda e verdadeira!Adorei!Bjs,