Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2009

POR QUE AS PESSOAS GRITAM?


Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos:
- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
- Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles.
- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? Questionou novamente o pensador.
- Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.
E o mestre volta a perguntar: - Então não é possível falar-lhe em voz baixa?
Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.
Então ele esclareceu: - Vocês sabem por que se grita com uma pessoa quando se está aborrecida?
O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito.
Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente.
Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância.
Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas?
Elas não gritam. Falam suavemente. E por quê? Porque seus corações estão muito perto.
A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações, que nem falam, somente sussurram.
E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem.
É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Por fim, o pensador conclui, dizendo: "Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta".

6 comentários:

Kotta1947 disse...

Essa é mesmo a verdade, não se deve dormir sobre zangas corremos o risco de nos afastarmos cada vez mais e nada se resolve. Bjo.

Carmem L Vilanova disse...

Que lindo texto e que verdade tao cruel...
Gritar... gritar para que? para chamar a atencao, para dizer "ei eu estou aqui e quero ser compreendido", mas sera que assim nao complicamos ainda mais a situacao?
Beijos, flores e muitos sorrisos!

alegria de viver disse...

Olá querida amiga
Nunca tinha pensado assim, achei lindo, é a mais bela resposta.
Com muito carinho BJS.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Vários comportamentos, são aprendidos e utilizados de maneira inadequada. Assim é o ato de gritar. Quando estou em um restaurante, ou qualquer outro meio público, por exemplo em shoppings, me pergunto: por que as pessoas falam alto? E observo que, cada vez vão aumentando mais e mais o tom de voz, já gritando para serem ouvidas. Lamentável este hábito, que ninguem questiona. Os ambientes com este alto falatório se tornam estressantes. Há muito que se reeducar para mais saudável a vida se tornar. Maria José, seus posts são excelentes! Beijos.

Antonio Carlos disse...

Paz querida irmã Maria José!
Sou descendente de judeus espanhóis (sefaradim) e apesar da paciência judaica dos meus avós,meus tios sempre falaram muito alto, talvez por trabalharem em metalúrgica e justificavam essa atitude dizendo que gritavam porque eram filhos de espanhóis, assim como as mulheres bravas dizem que são assim porque nasceram na Paraiba.
Brincadeiras à parte, infelizmente sou um desses que acabou se habituando com a altura da voz e apesar das pessoas falarem que o tom está alto, às vezes exageram,a gente sempre acha que está normal. É um defeito a ser corrigido, dentre outros.
Afinal eu tinha que nascer num lar espanhol rs.
Que o Senhor te abençoe hj e sempre.
Antonio Carlos

Maria José disse...

Grata a todos por tão ricos comentários. Um beijo em cada um de vocês.