Páginas

sábado, 29 de agosto de 2009

QUANTAS VEZES


Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado, o ideal e os sonhos; Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça;
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir;
Quantas vezes sentimos solidão mesmo cercado de pessoas;
Quantas vezes falamos, sem sermos notados;
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida;
Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota;
Quantas vezes aquela lágrima, teima em cair, justamente na hora em que precisamos parecer fortes;
Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz;
E a resposta vem, seja lá como for,
Um sorriso, um olhar cúmplice, um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor...
E a gente insiste;
Insiste em prosseguir, em acreditar,
Em transformar, em dividir,
Em estar, em ser;
E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o Caminho;
Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir,
Por que tem uma missão.....
SER FELIZ!
Vá atrás de quem você ama...

5 comentários:

Maria José disse...

"Nunca deixe aquilo que ama por aquilo que deseja, pois aquilo que você deseja te deixará pelo que ama."

JR disse...

Quantas vezes ,encontramos pessoas em nossas vidas sucessivas ,que retornam a nós como peças de jogos repetidas.
Quantas vezes ,insistimos em ir alem ,na certeza de que existe alguem,
Pronto para nos esperar, em algum lugar certamente vai nos achar.
Quantas vezes Maria ,a gente sabe que vai se encontrar é só ter a paciência de aguardar.
Abraços

Débora Francis disse...

ás vezes damos tantas tropeçadas na vida, que seguir em frente parece o impossível... Temos que ter forças, fé e esperança, assim poderemos tentar novamente, correr atrás, caminhar por estes caminhos que nos são propostos.

Belíssimo texto querida. Adorei... E real, com certeza.
Beijo

Poetano disse...

Seguir em frente é a maior solução...adorei o texto e o blog vou seguir-te...Paulo Alvarenga

Maria José disse...

Obrigada a todos pelos comentários e, seja bem vindo, Paulo Alvarenga.